quinta-feira, 22 de novembro de 2012

O começo... o meio... e a continuidade

Fotografar parto parece tenso, agitado, quase frenético, mas... quando fotografo um parto, me sinto em câmera lenta, vejo tudo por uma janela, e hoje vendo o resultado de alguns partos que realizei, percebo cada dia mais isso. Congelei o momento porque eu estava ali congelada por ele, apertei o botão naquela hora, porque aquele momento ficou passeando suavemente na minha frente. E quando acaba, percebo que alguns horas na verdade foram quase segundos retratados.

Natália+Jorge=Julia










 Beijinhos e boa semana a todos!





Nenhum comentário:

Postar um comentário